')
VÍDEOS

Mártir, de Marius von Mayenburg

FOTOS

ESCUDOS HUMANOS (Schultzschilde)

IMPRENSA

"TRAVESSIA" GANHA APCA 2019 DE TEATRO INFANTIL

QUEM SOMOS

Fundada em 1996 a companhia sempre pesquisou e atualizou temas sociais e políticos. Resgatou a dramaturgia de Augusto Boal montando dois de seus textos (um deles inéditos nos palcos brasileiros. A partir de 2006, idealizado pela diretora Soledad Yunge, começou um trabalho de pesquisa com textos voltados ao público jovem. Em 2007 a Cia recebeu 5 indicações para o Prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem, incluindo a de melhor espetáculo jovem de 2007, e foi contemplada com o Prêmio Myriam Muniz da Funarte para o espetáculo “Bate Papo” do autor irlandês Enda Walsh, até então inédito nos palcos brasileiros. A peça tratava de um assunto sério: bullyng virtual, a repercussão foi tanta que a peça comemorou um ano em cartaz e foi capa de uma matéria sobre o tema na Revista da Folha. Em 2008 encenou o texto “Cidadania” de Mark Ravenhill, recebendo 6 indicações ao Prêmio FEMSA  2008, incluindo a de melhor espetáculo jovem de 2008 e vencendo na categoria de melhor ator para Fabio Lucindo. Recebeu criticas elogiosas nos principais veículos de comunicação: Veja SP, Folha de SP e Estado de SP. Em 2009 a montagem da peça “DNA” que traz pela primeira vez aos palcos paulistas a dramaturgia do inglês Dennis Kelly, um dos mais festejados autores britânicos jovens em um de seus melhores textos, segundo o The Guardian. A peça recebeu 5 indicações ao Prêmio FEMSA, incluindo melhor espetáculo jovem de 2009 e foi convidada para reinaugurar a Sala Carlos Miranda da Funarte em 2009.

Em 2011, chegou a vez das redes sociais, e a Cia. estreou o espetáculo Feizbuk do autor argentino José Maria Muscari no evento “Qual é a sua?” voltado ao público jovem no SESC Consolação. A peça foi apresentada com sucesso em diversas unidades do SESC e do SESI em SP e inclusive em parceria com a FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação).

Em 2012 a Cia Arthur-Arnaldo foi indicada ao Prémio FEMSA na Categoria Especial em reconhecimento ao trabalho continuado dedicado ao público jovem.

Nosso repertório já foi apresentado em diversas salas de espetáculo: unidades do SESC Consolação, Belenzinho, Pompéia, Vila Mariana, Santos, Santo André, Bauru, SJ Campos, Campinas, Jundiaí, Sorocaba, Goiânia; Centro Cultural São Paulo, Centro Cultural da Juventude, Espaço dos Satyros 1, 2 e 3 (Jd Pantanal), Teatro Cultura Inglesa-Pinheiros, Complexo Cultural da Funarte entre outros.


Em 2013 e 2014, esteve em cartaz no Centro Cultural São Paulo com a montagem do texto do autor português Tiago Rodrigues “Coro dos Maus Alunos” - a peça foi contemplada pelo edital do Proac de Produções Inéditas e foi indicada ao Prêmio FEMSA nas categorias: autor, elenco e melhor espetáculo jovem; e ao Prêmio CPT 2013 nas categorias: dramaturgia, direção e melhor espetáculo jovem.

Em 2014 a Cia. Arthur-Arnaldo estreou o espetáculo infantil "Os Pés Murchos x Os Cabeças de Bagre" , dirigido por Soledad Yunge, em 3 de maio no Centro Cultural São Paulo - Sala Jardel Filho. A peça cumpriu temporada em 2015 no Teatro Cacilda Becker (SP) e participou da Mostra 2014 em Cena, Virada Cultural Paulista e do Circuito SP de Teatro.


Em 2015 foi contemplada pela Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo com o projeto #JOVENS que inclui circulação de 2 espetáculos (Coro e Pés Murchos), encontros formativos, 20 oficinas gratuitas para jovens de escolas públicas além da produção de um novo espetáculo. ROLÊ, com texto e direção de Tuna Serzedello, estreou no Centro Cultural São Paulo em 14 de outubro de 2015 e reestreou na mesma sala dia 26 de janeiro de 2016. ROLÊ foi publicado na pela editora Giostri na coleção Dramaturgia Brasileira.

Em 2017 o projeto )Entre Jovens( foi contemplado pela 30a edição do Programa Municipal de Teatro para a Cidade de SP e realizou inúmeras vivências com jovens para a criação de uma dramaturgia inédita, além de uma Mostra e uma exposição na Oficina Cultural Oswald de Andrade em SP, com leituras e espetáculos celebrando os 10 anos de repertório jovem da Cia. e a estréia de um novo espetáculo "Mártir" de Marius Von Mayenburg, com direção de Soledad Yunge.

Em 2018 a Cia. Arthur-Arnaldo esteve na Alemanha para uma colaboração internacional com o Alarm Theater de Bielefeld para a montagem da peça “Schutzschilde” (Escudos Humanos) da autora portuguesa Patrícia Portela com jovens alemães e refugiados. 2019 marcou a estreia do espetáculo “A Travessia de Maria e seu irmão João” contemplado pelo 23º Cultura Inglesa Festival e a publicação pela Chiado Books da peça “Ato Parental” de Tuna Serzedello resultado do projeto )entre jovens( de 2018. Em outubro de 2019, recebemos em SP o AlarmTheater para apresentações do espetáculo "Escudos Humanos" em SP e uma intensa programação com oficinas, rodas de conversa e mesas redondas que aconteceram na Oficina Cultural Oswald de Andrade, Itaú Cultural, nas unidades Consolação, Avenida Paulista e Campo Limpo do SESC além da sede do Instituto Goethe. O espetáculo "A Travessia de Maria e seu irmão João" Este espetáculo estrou no dia 8 de junho de 2019 no Teatro Cultura Inglesa-Pinheiros em São Paulo foi vencedor do Prêmio APCA 2019 - Teatro Infantil na categoria reconto. Indicado como melhor espetáculo infantil pelo Prêmio Aplauso Brasil 2019 e indicado como destaque do ano (espetáculo, direção, elenco, iluminação, bonecos, cenografia, trilha sonora) pelo site pecinha é a vovozinha - http://www.pecinhaeavovozinha.com.br/melhores-segundo-semestre-2019/)


Confira nossas apresentações na sessão Agenda, deste site.
 

Espetáculos

Agenda

Fotos

Vídeos

Imprensa

Contato

Cia. Arthur-Arnaldo da Cooperativa Paulista de Teatro - cia.arthur-arnaldo@uol.com.br - Blog da Cia: www.arthur-arnaldo.zip.net Facebook: https://www.facebook.com/cia.arthurarnaldo Instagram: @ciaarthurarnaldo

Num cenário de escassas produções teatrais para jovens a Cia. Arthur-Arnaldo ganha destaque por enfocar uma dramaturgia ágil com temas polêmicos.”

Quem somos

Espetáculos

Agenda

Fotos

Vídeos

Imprensa

Contato

blog